Menu fechado

Clérigo no D&D 5.5e: Principais Diferenças Entre o Velho e o Novo

Importante: a tradução a seguir utilizou o glossário oficial de D&D 5e traduzido pela Galápagos Jogos ou pelo time de tradução da Wizards of the Coast Brasil. Novos termos que não há tradução oficial, seguiram as regras de tradução, localização e Manual de Estilo oferecidas pela GF9 para os times de tradução.

Para mais informações sobre o D&D 5.5e ou 2024, veja nosso artigo principal:

One D&D – D&D 5.5e – D&D 2024

O Clérigo é uma das classes conjuradoras mais versáteis e formidáveis em Dungeons & Dragons. Frequentemente subestimados como curandeiros mansos, os Clérigos podem se manter firmes ao lado de Guerreiros e outras classes marciais. Um Clérigo sabe que a melhor maneira de manter seus aliados de pé é muitas vezes cortar seus inimigos. O Livro do Jogador de 2024 reconhece o poder divino bruto que os Clérigos trazem para a mesa e oferece a você uma variedade de opções personalizáveis como Golpe Divino ou Conjuração Poderosa para construir heróis dignos dos deuses que eles defendem.

Abaixo, Riley Silverman, no artigo 2024 Cleric vs. 2014 Cleric: What’s New? para o D&D Beyond,  destaca as principais mudanças do Clérigo de 2024 que você encontrará no novo Livro do Jogador. Caso alguma característica não seja abordada, como conjuração básica, significa que ela permanecerá inalterada ou sofreu apenas pequenas alterações.

O que há de novo para o clérigo de 2024?

Característica de Classe

Nível

O Que Há de Novo

Ordem Divina

1

Selecione uma das duas funções sagradas:

Protetor: Concede proficiência em Armas Marciais e Armadura Pesada

Taumaturgo: Concede um truque extra. Adicione modificador de Sabedoria aos testes de Inteligência (Arcanismo ou Religião).

Canalizar Divindade

2

Adiciona Centelha Divina, outra maneira para os Clérigos usarem Canalizar Divindade quando não estão lutando contra Mortos-Vivos.

Subclasses de Clérigo

3

Transferido do nível 1 para o 3.

Domínio da Guerra: Seu Canalizar Divindade pode ser usado para conjurar Arma Espiritual ou Escudo da Fé sem usar um espaço de magia, ou necessitar de Concentração.

Domínio da Luz: Ver o Invisível foi adicionada às suas magias de Domínio.

Domínio da Trapaça: Novas habilidades são adicionadas em dobro no seu Invocar Duplicidade

Domínio da Vida: Auxílio foi adicionada às suas magias de Domínio.

Características anteriores de subclasse dos níveis 1 e 2 são concedidas no nível 3

Fulminar Mortos-vivos

5

Substitui Destruir Mortos-Vivos e agora causa Dano Radiante a todos os Mortos-Vivos, independentemente do ND, que falharem na Salvaguarda contra seu Expulsar Mortos-Vivos

Golpes Divino

7

Selecione uma opção:

Conjuração Poderosa:  Causa dano adicional igual ao seu modificador de Sabedoria ao conjurar um truque de Clérigo.

Golpe Divino: Causa 1d8 pontos de dano adicional Necrótico ou Radiante quando você atinge uma criatura com uma jogada de ataque.

Intervenção Divina

10

Como uma ação Mágica, você escolhe qualquer magia de Clérigo de nível 5 ou inferior que não exija uma reação. Você pode conjurar a magia sem gastar componentes ou um espaço de magia.

Recupera após um Descanso Longo.

Golpes Abençoados Aprimorados

14

Conjuração Poderosa: Quando você causa dano com um de truque de Clérigo, você pode conceder a si mesmo ou a outro criatura Pontos de Vida Temporários.

Golpes Divinos: O dano aumenta para 2d8.

Dádiva Épica

19

Escolha um talento Dádiva Épica ou outro talento à sua escolha.

Intervenção Divina Suprema

20

Você pode conjurar Desejo ao selecionar uma magia para Intervenção Divina. Após usar esta característica desta forma, você não pode usar Intervenção Divina novamente por 2d4 dias.

Visão Geral das Características de Classe do Clérigo 2024

Ordem Divina — Nível 1

Como você provavelmente notou, a maior mudança para o Clérigo de 2024 é que você não recebe mais uma Subclasse no nível 1. Pode levar algum tempo para se acostumar, mas há uma nova característica bastante benéfica em troca. No Clérigo de 2014, algumas Subclasses carregavam as características de Treinamento em Armadura Pesada e Proficiência em Arma Marcial. Mas algumas não.

Ao criar um Clérigo em 2024, você poderá decidir por si mesmo se deseja:

  • Protetor:  Proficiência com armas Marciais e treinamento com armadura Pesada.
  • Taumaturgo:  Um truque adicional da lista de magias do Clérigo. Você também adquire um bônus nos seus testes de Inteligência (Arcanismo ou Religião) igual ao seu modificador de Sabedoria (mínimo de +1).

Mover esta característica da coluna de subclasse para as vantagens básicas do Clérigo lhe dá muito mais personalização para o seu papel no mundo desde o início. Este é um tema repetido com o Clérigo de 2024, como apresentado acima e que será abordado abaixo.

Canalizar Divindade — Nível 2

Novamente, vemos uma característica inédita para o Clérigo de 2024. Assim como no Clérigo de 2014, você obtém dois usos de Canalizar Divindade no nível 2. Contudo, agora você possui mais opções de como usá-la como um Clérigo base:

  • Centelha Divina: Na verdade, este é um combo! Como uma ação Mágica, você pode concentrar energia divina em uma criatura que você possa ver a até 9 metros de você. Então, você pode escolher curá-la ou feri-la. Você joga 1d8 e adiciona seu modificador de Sabedoria, e se você estiver escolhendo curar, ela recuperará esse número em Pontos de Vida. Essa habilidade aumenta à medida que você adquire níveis, com 2d8 no nível 7, 3d8 no nível 13 e 4d8 no nível 18. Mas você também pode forçar a criatura a realizar uma Salvaguarda de Constituição e causar a ela esse número em dano Necrótico ou Radiante à sua escolha, se ela falhar na Salvaguarda, ou metade se ela for bem-sucedida.
  • Expulsar Mortos-Vivos:  Expulsar Mortos-Vivos no 2º nível permanece quase o mesmo. O Livro do Jogador de 2024 especifica que as criaturas Mortos-Vivos que falharem em sua Salvaguarda contra Canalizar Divindade (igual à sua CD para evitar magia) ficam Amedrontadas ou Incapacitadas por 1 minuto. Elas ainda usam seu movimento para ir o mais longe possível, mas não usa mais sua ação para Correr, graças à condição Incapacitado.

Aproveitando a grande mudança do 1º nível, o Clérigo de 2º nível de 2024 parece diferente, pois você ainda não obtém uma característica de Canalizar Divindade de sua Subclasse. Não se preocupe, elas chegarão no 3º nível, e sua paciência será recompensada com um novo uso de Canalizar Divindade que não está ligado à sua Subclasse.

Expulsar Mortos-Vivos é certamente uma daquelas habilidades essenciais do Clérigo, mas às vezes simplesmente não há Zumbis por perto. Ter uma habilidade padrão que permita que você cure alguns aliados ou cause algum dano a um inimigo é uma pequena vantagem interessante e uma adição bem-vinda à característica Canalizar Divindade. Além disso, você pode não preparar magias de cura, reservando as Centelhas Divinas para quando o grupo enfrentar os inimigos intensamente.

Subclasse de Clérigo — Nível 3

No nível 3, o Clérigo de 2024 adquire sua Subclasse. Isso coloca o Clérigo em pé de igualdade com as outras opções de classe no Livro do Jogador de 2024.

É importante observar que, embora mecanicamente, você não obtenha o benefício das características de Subclasse até o nível 3, isso não significa que você não possa interpretar a conexão do seu Clérigo com sua divindade nos níveis anteriores. Isso também lhe dá a oportunidade de jogar com seu personagem por alguns níveis antes de sentir que precisa decidir sobre uma Subclasse. Isso pode ser útil se você seguir uma divindade que abrange diferentes domínios. Um Clérigo de Selune, por exemplo, pode facilmente ser do Domínio da Luz ou da Trapaça.

O Livro do Jogador de 2024 apresenta quatro domínios conhecidos para os Clérigos, e, com uma exceção, as características são quase idênticas à sua versão de Clérigo de 2014. Cada uma dessas subclasses também teve alguns ajustes em suas Magias de Domínio sempre preparadas, incluindo novas magias para cada.

  • Domínio da Guerra: Tão hábeis com a lâmina quanto com um Símbolo Sagrado, sua lista de Magias de Domínio de 2024 agora tem Raio Guia entre suas magias sempre preparadas. A característica de 6º nível Bênção do Deus da Guerra foi alterada de um bônus de jogada de ataque com uso único para agora permitir que você conjure Arma Espiritual ou Escudo da Fé sem usar um espaço de magia e sem exigir Concentração por até 1 minuto.
  • Domínio da Luz: As habilidades sagradas Brilho do Amanhecer e Labareda Protetora estão disponíveis no nível 3. Ver o Invisível foi adicionado à sua lista de Magias de Domínio.
  • Domínio da Trapaça: Estes Clérigos astutos agora obtêm Bênção do Trapaceiro e Invocar Duplicidade no nível 3. Além disso, no nível 3, sua Magia de Domínio Reflexos foi substituída por Invisibilidade. No nível 6, Clérigos do Domínio da Trapaça agora podem trocar de lugar com sua ilusão sempre que a criarem ou moverem usando sua Ação Bônus. No nível 17, sua ilusão concede Vantagem a você e seus aliados quando eles atingem uma criatura a até 1,5 metro dela, e se você dissipar a ilusão, você pode conceder um número de Pontos de Vida igual ao seu nível de Clérigo a uma criatura a até 1,5 metro dela.
  • Domínio da Vida: Discípulo da Vida e Preservar a Vida foram movidos para o nível 3, e Golpe Abençoado se tornou uma habilidade básica do Clérigo. Mas suas Magias de Domínio Auxílio, Bênção, Curar Ferimentos e Restauração Menor foram unidas.

Fulminar Mortos-vivos — Nível 5

Tomando o espírito da habilidade Destruir Mortos-Vivos de 2014 e reimaginando-a de uma forma que lhe dê mais utilidade em batalha, Fulminar Mortos-Vivos é uma grande atualização para seu Clérigo de 2024. Com Fulminar Mortos-Vivos, sempre que você usar seu Canalizar Divindade para Expulsar Mortos-Vivos, você pode jogar um número de d8s igual ao seu modificador de Sabedoria. Cada Morto-Vivo, independentemente do ND, que falhar na sua salvaguarda contra seu Expulsar Mortos-Vivos sofre Dano Radiante igual à sua jogada, e o efeito de Expulsar Mortos-Vivos também permanece no lugar.

Essa mudança aumenta realmente a eficácia deste Canalizar Divindade para todos os Clérigos de 2024. O limite de ND em versões anteriores frequentemente significava que Destruir Mortos-Vivos tinha uso muito limitado. Era raro que um grupo de aventureiros de nível 5 ainda estivesse enfrentando monstros de ND ½, então sempre foi uma espécie de efeito tudo ou nada. Com Fulminar Mortos-Vivos, você pode, potencialmente, causar dano a todos os Mortos-Vivos em um raio de 9 metros. Com um modificador de Sabedoria de +2 ou +3, você ainda tem a chance de destruir Mortos-Vivos, mas se não, eles ainda sofrerão uma abundante de dano.

Golpes Abençoados — Nível 7

Uma variação de Golpes Abençoados foi introduzida como uma regra opcional de 8º nível em O Caldeirão de Todas as Coisas de Tasha e agora se tornou uma característica de classe padrão no Livro do Jogador de 2024 no nível 7.

Quando você sobe para o nível 7, você escolhe uma das seguintes opções:

  • Conjuração Poderosa: Adicione seu modificador de Sabedoria ao dano causado com qualquer truque de Clérigo.
  • Golpe Divino: Uma vez por turno, quando você atinge uma criatura com uma jogada de ataque com arma, você pode adicionar 1d8 extra de Dano Necrótico ou Radiante, à sua escolha.

Nenhuma dessas escolhas é totalmente nova para a classe Clérigo, mas anteriormente elas estavam ligadas ao seu Domínio. Algumas subclasses tinham Golpes Aprimorados e outras recebiam um aprimoramento em sua Conjuração. Movê-las para a classe base e permitir que os jogadores escolham qual opção você adquire aumenta a personalização do Clérigo, escolhendo as mecânicas que melhor se adequam ao seu estilo de jogo, independentemente da essência do seu Domínio.

 Como o Livro do Jogador de 2024 foi projetado para funcionar com os livros de referência da quinta edição de D&D publicadas anteriormente, se você estiver usando uma subclasse encontrada em um livro mais antigo que tenha qualquer uma das características como uma habilidade, você seleciona apenas uma opção para seu Clérigo de 2024.

Intervenção Divina — Nível 10

Poucas características em D&D estão tão alinhas em termos de ambientação, mas frustrante em termos de funcionalidade como a Intervenção Divina de 2014. Como ela requer o uso de dados percentuais, as chances de ela realmente funcionar eram geralmente pequenas, e quando funcionava, a característica era escrita de uma forma um pouco vaga. Isso levava a muita discussão sobre como ela funcionaria no momento. A característica muitas vezes se resumia ao efeito de uma magia de Clérigo, então a dificuldade de usá-la e o atraso de 7 dias para sequer tentar usá-la novamente se somavam a uma barreira de entrada bastante alta para um impacto mediano.

A Intervenção Divina de 2024 dá um grande passo em clareza e funcionalidade. A característica agora permite que um jogador escolha qualquer magia de Clérigo de nível 5 ou inferior que não exija uma Reação para ser conjurada, e você pode conjurá-la sem gastar um Espaço de Magia ou componentes materiais. O atraso de 7 dias para usá-la novamente também foi removido, o que significa que você pode invocar a Intervenção Divina novamente após completar um Descanso Longo.

As mudanças na Intervenção Divina enfatizam realmente o papel do Clérigo de 2024 como um intermediário de seu deus escolhido. Dar a eles ostensivamente uma habilidade diária para desferir um golpe poderoso, ou conjurar uma magia como Revivificar em um momento crítico, contribui para o espírito da característica e, ao mesmo tempo, fornece uma mecânica que parece que pode ser usada ativamente.

Golpes Abençoados Aprimorados — Nível 14

A característica Golpe Abençoado no nível 7 permite que você personalize se seu Clérigo enfatiza conjurar truques ou Ataques com armas como sua principal forma de combate. No nível 14, você obtém um aprimoramento na opção que você escolheu anteriormente.

  • Conjuração Poderosa: Quando você causa dano com um truque de Clérigo, você pode conceder Pontos de Vida Temporários iguais a duas vezes seu modificador de Sabedoria para si mesmo ou para outra criatura a 18 metros de você.
  • Golpe Divino: Se você escolheu Golpe Divino no nível 7, você agora obtém 2d8 de Dano Necrótico ou Radiante adicional quando você atinge uma criatura com um Ataque com arma.

Ambas as opções podem ser muito úteis para um Clérigo, se você está tentando derrubar um inimigo mais rápido ou tentando ajudar você, ou um aliado a permanecer de pé um pouco mais de tempo.

Dádiva Épica — Nível 19

Dádivas Épicas são um novo tipo de talento introduzido no conjunto de regras revisado, que tem um pré-requisito de nível 19mais para ser acessado. Um Clérigo de nível 19 tem acesso a uma Dádiva Épica de sua escolha ou outro talento para o qual ele se qualifica. Há doze Dádivas Épicas encontradas no Livro do Jogador de 2024.

A seguinte é a Dádiva Épica recomendada para o Clérigo:

  • Dádiva do Destino: Aumente um valor de atributo em 1, para até no máximo de 30. Quando você ou outra criatura a menos de 18 metros de você for bem-sucedido ou mal sucedido em uma jogada de d20, você pode jogar 2d4 e adicionar ou subtrair o resultado deste teste. Você pode utilizar novamente esse talento após completar um Descanso Curto, um Descanso Longo ou jogar a Iniciativa.

Intervenção Divina Suprema — 20

A versão de nível 20 da Intervenção Divina para o Clérigo de 2024 realmente se inclina para a ideia de seu Clérigo ser o campeão mais especial de seu deus. Agora seu Clérigo pode usar sua Intervenção Divina para conjurar a magia Desejo.

As características da magia Desejo são bastante semelhantes no Livro do Jogador de 2024, então as complicações que podem resultar de seu uso e o preço que isso cobra do corpo e saúde do conjurador realmente se encaixam no molde do impacto em um Clérigo mortal que está se abrindo totalmente para todo o poder de seu deus. Após usar Intervenção Divina para conjurar Desejo, você precisará esperar 2d4 Descansos Longos antes de usar a característica novamente.

Reze pelos Inimigos do Clérigo

O Clérigo de 2024 continua a tradição da fúria divina pura com novas opções de combate e atualizações que clarificam o uso e que ajudarão você a entrar na briga. Agora, independentemente do seu Domínio, seu Clérigo pode derrubar o inimigo com um ataque radiante ou aumentar o impacto de um Dobre a Finados adicionando mais dano. E se ser um curandeiro de suporte de retaguarda é mais a sua vibe de Clérigo, você tem um conjunto de novas opções de cura como Centelha Divina e Intervenção Divina que podem impulsionar você e seus aliados quando estão quase morrendo.

Grupo no WhatsApp para Falar de RPG

Gostou do artigo? Quer conversar mais? No nosso grupo você conversa sobre dicas, dúvidas, novidades, notícias e muito mais, venha conhecer:
Publicado em:D&D,Notícias

Post relacionado

2 Comentários

  1. Pingback:Prévia do Livro do Jogador de D&D 5.5e: classes novas, magias, antecedentes e mais

  2. Pingback:​Clérigo no D&D 5.5e: Principais Diferenças Entre o Velho e o Novo - RPG - Mestre Charles Corrêa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *